A Lista de Schindler - Crítica (sem spoiler)


Olá pessoal, aqui é o Gustavo do canal A Cantina de Star Wars.

Filmes sobre a Segunda Guerra Mundial e o Holocausto são bem comuns de se encontrar, mas existem poucos que se destacam como grandes obras-primas do cinema, um deles veio das mãos do diretor Steven Spielberg, um dos maiores nomes do cinema moderno, responsável pelo magnífico filme: A Lista de Schindler.


O filme biográfico contra a história de Oskar Schindler (Liam Neeson), um membro do partido nazista que viu a guerra como uma oportunidade de fazer dinheiro fácil, administrando uma fábrica de panelas com mão de obra judia, por serem mais baratos, com a ajuda do contador judeu Itzhak Stern (Ben Kingsley), conseguiram forjar documentos para tornar a mão de obra judia como essencial para sua fábrica, o que acaba livrando-os dos campos de concentração. Após presenciar a desocupação de uma vila judia na Cracóvia, comandada pelo tenente da SS Amon Göth (Ralph Fiennes), Schindler decide recrutar judeus para trabalhar em suas fábricas de armamento, para salvar suas vidas, tendo que subornar o tenente Göth e conquistar a confiança dos nazistas.


A história é muito bem desenvolvida, mostra a trajetória de Schindler desde um empresário aproveitador para um salvador de judeus, a história explora sua relação com os judeus e membros do partido nazista, o filme retrata bem o quão cruéis e frios eram os nazistas em relação aos judeus, os executando por qualquer motivo, e representa bem o desespero dos judeus, que sabiam que poderiam perder a vida a qualquer momento, é possível sentir a tensão da situação e se envolver emocionalmente com o fato. As atuações de Liam Neeson e Ralph Fiennes são espetaculares, o que rendeu aos dois indicações ao Oscar como melhor ator e melhor ator coadjuvante.

Esteticamente o filme é magnífico, Spielberg desenvolveu o filme em preto e branco, para fazer o filme parecer mais antigo, tendo apenas a cena de abertura, a chama das velas e a o casaco vermelho da menina judia coloridos, e o final emocionante onde mostra as pessoas na vida real junto dos atores que os interpretaram prestando homenagem ao túmulo de Oskar Schindler, em Jerusalém. A produção do filme é fantástica, com certeza foi o melhor trabalho de Spielberg, e ainda contou com trilha sonora de John Williams, o filme faturou 7 prêmios no Oscar: melhor filme, melhor diretor, melhor roteiro adaptado, melhor trilha sonora, melhor montagem, melhor fotografia e melhor direção de arte.


O único ponto negativo do filme é sua duração, com 3 horas e 15 minutos, o que exige um tanto de paciência para assistir, apesar de não ser um filme arrastado. Mas vale a pena conferir um clássico do cinema, que está disponível no catálogo da Netflix. Esse foi com certeza um dos melhores filmes da década de 1990 e é referência quando o assunto é drama e filme de guerra.

A Lista de Schindler (Schindler's List, 1993)
Diretor: Steven Spielberg
Elenco: Liam Neeson, Bem Kingsley, Ralph Fiennes, Caroline Goodall e Jonathan Sagall

Nota: ⭐⭐⭐⭐⭐

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Nome do seu Blog - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo