29 agosto 2017

Trilogia Batman: Batman - O Cavaleiro das Trevas Ressurge


Olá pessoal, aqui é o Gustavo do canal A Cantina de Star Wars.

O grande problema de se fazer um grande filme no meio de uma franquia é dar continuidade, muitos filmes sofreram a pressão de ser continuação de filmes excelentes, alguns se saíram bem como O Retorno de Jedi, outros sofreram duras críticas como O Poderoso Chefão 3. Mas o terceiro filme sofre sempre uma maldição de ser o pior da trilogia. Não é uma regra, a maior prova disso é O Senhor dos Anéis - O Retorno do Rei, mas ser continuação de Batman - O Cavaleiro das Trevas não é uma tarefa fácil, um grande filme, um grande vilão, mas isso intimidou Christopher Nolan?

Oito anos após a última aparição de Batman, Gotham vive um momento de paz, enquanto Bruce Wayne (Christian Bale) vivia recluso em sua mansão, traumatizado pela morte de sua amada, acaba sendo roubado pela ladra Selina Kyle (Anne Hathaway), que rouba suas digitais. Enquanto o mercenário Bane (Tom Hardy) chega à Gotham, Bruce vê a necessidade do retorno do Batman, mas graças ao vilão, a vida pessoal de Bruce Wayne também desmorona. Sem o Batman, Bane causa o caos e implanta a anarquia em Gotham, para que a cidade se destrua.


Esse filme funciona mais como continuação de Batman Begins do que de Batman - O Cavaleiro das Trevas, devido as referências à Ra's Al Ghul e a Liga das Sombras, o Coringa não é citado nenhuma vez no filme, o que foi bom pro filme não se prender ao que fez sucesso no filme anterior, mas a história se baseia nas consequências tanto de Batman Begins quanto aos atos de Harvey Dent em Batman - O Cavaleiro das Trevas. O filme traz uma história mais complexa, focando mais na queda do Batman e de Bruce Wayne, dando ênfase nos atos de Bane, que lidera uma revolução pra causar a destruição de Gotham, fazendo com o Batman só aparece durante 30 minutos no filme, se somar o tempo de tela, o que pra um filme de 2 horas e 45 minutos é pouco e foi um dos principais motivos que desagradou o público.

Apesar de ser um vilão marcante, Bane não chegou aos pés do impacto que o Coringa causou no filme anterior, mesmo com grandes diálogos, boa história e excelente plano, o personagem não caiu nas graças do público. Em certo ponto o filme chega a ser um pouco arrastado, ele tem pouca ação e é mais ideológico do que os filmes anteriores. É nítida a influência de A Origem nesse filme, o trabalho anterior de Nolan, tanto as filmagens, quanto a parte estética, cores, enquadramentos, efeitos visuais, montagem, edição, até boa parte do elenco esteve em A Origem. O grande problema do filme é que Nolan tenta fazer um filme "cabeça" com um super-herói, o que causou grande rejeição do público, fazendo muitos classificar esse filme como "chato".


Esse filme traz algumas novidades pra franquia, como o Batwing e o personagem John Blake (Joseph Gordon-Levitt), que tem uma grande presença na trama. A Mulher-Gato também tem um papel fundamental e foi bem desenvolvido o papel em atrapalhar e ajudar o Batman, mas ainda sim o filme passa longe da fidelidade das HQs. A parte técnica do filme é bem feita, mas tem os mesmos erros dos filmes anteriores, como lutas mal coreografadas e um pouco de exagero no drama do Bruce Wayne. A parte técnica do filme é boa, mas não trás grandes novidades comparado aos filmes anteriores de Nolan, um dos maiores destaques da filmagem são todas as cenas de ação filmadas em IMAX, o grande problema é que as outras cenas não são em IMAX e as faixas preta da tela entram e saem sempre que começa e acaba uma cena em IMAX, se assistir o filme em Full HD, como em blu-ray por exemplo, dá até pra sentir a diferença de qualidade das filmagens normais e em IMAX, como acontece de forma excessiva, chega a ser irritante. Mas se assistir na Netflix não sofre esse problema.

De fato esse é o filme mais fraco da trilogia do Batman, mas não é um filme ruim, se você procurar um filme onde o Batman passa duas horas e meia distribuindo porrada, esse filme irá te decepcionar, mas se você procura uma boa história e assiste sem comparar com o filme anterior, esse filme agrada. A história é boa, bem desenvolvida, tem um plot-twist no final, mas não é um filme perfeito, deixa algumas pontas soltas, não dá pra saber se Nolan queria causar um mistério ou se ele errou mesmo, mas ainda é um grande filme.

Batman - O Cavaleiro das Trevas Ressurge (The Dark Knight Rises, 2012)
Direção: Christopher Nolan
Elenco: Christian Bale, Tom Hardy, Anne Hathaway, Gary Oldman, Marion Cotillard, Joseph Gordon-Levitt, Michael Caine, Morgan Freeman, Cillian Murphy e Liam Neeson.

Nota: ⭐⭐⭐

Nenhum comentário:

Postar um comentário